terça-feira, 2 de abril de 2013

Capítulo 25 - A periguete do Papi - by Meg

 Aquela história de trabalhar com Ossilda para conseguir algum dinheiro, já estava no meu limite. Nada contra o trabalho doméstico, mas eu não estava estudando para lavar PRIVADAS! Então, pedi desculpas à colega e me demiti.
Eu ainda tinha alguns dias de folga até o início das aulas na nova universidade e o melhor que eu tinha a fazer era ir visitar meu Pai. 



 Parti naquela mesma noite. Lotário me acompanhou até o aeroporto e lá nos despedimos. Ele era bom de beijo, mas ter algo mais sério com ele estava longe dos meus planos, eu pretendia me guardar para alguém realmente especial. Ele ficou desesperado, disse que me amava e tals...A vá! Francamente Lotário, todos conhecem sua fama de conquistador!



 Cheguei a Moonlight Falls ao amanhecer. A casa de minha avó me trazia recordações de férias escolares da minha infância. Vovó estava com idade avançada, não tinha mais condições de cuidar sozinha da casa e por esse motivo o Papi havia se mudado para a casa dela. 



 Assim que cheguei, fui recebida por um delicioso abraço do Paçoca. Ah que saudades! Como nos divertíamos quando eu era criança! Fiquei emocionada ao ver meu velho e bom amigo. 



 Papi, que estava cuidando do feno, logo me viu e veio ao meu encontro. Nos abraçamos intensamente. Sabem aquele abraço que nos dá conforto e segurança? Foi exatamente o que senti!
- Ah garota, que bom te ver!
- Puxa Papi, que saudades desse abraço gostoso....



 E aí, sabem como é... ele disse que sentia minha falta, disse que eu estava linda e então, como não poderia deixar de ser, começaram as cobranças...
- Por que você nunca telefona,  por acaso não lhe mando uma boa mesada? E que história foi aquela de botar fogo no laboratório? E agora, que universidade é essa para qual você está indo?
- Papi, você sempre soube que sou desajeitada, um laboratório cheio de tubos de ensaio não combina comigo, quanto a mesada, bem, sobre isso falamos depois! Mas, mudando de assunto, cadê a vó?
- Ela está lá na cozinha preparando os pratos preferidos da netinha, ela está ansiosa para te ver.




 Assim que abri a porta, pude sentir o aroma delicioso que vinha da cozinha. Era aquele cheirinho que lembra casa de vó, lembra bolinho de chuva, lembra torta de frutas esfriando na janela.
Ao abraçá-la pude sentir a fragilidade de seu corpo.
- Como vai minha vozinha? - perguntei emocionada
- Eu estou bem, sua fujona! Como você cresceu, menina!
- Vó, há tempos não cresço mais, só se for para os lados,  hehehe
- Credo Meguinha, você tá muito magra, aposto que não tem se alimentado bem, deve estar comendo só besteiras.... não tem comida lá na Universidade, não?




 - Comida tem, não tão boa quanto a sua, mas tem. Mas sabe vovó, é MUITO CARO - aumentei o tom da voz para que o Papi escutasse - para se comer bem fora de casa. A  minha MESADA só dá para umas frutinhas e alguns vegetais.
- Oxe Filho, você precisa aumentar a mesada dessa menina ou ela vai para a cova antes de mim! - disse vovó em alto e bom tom - E os estudos querida?  Sinto-me tão orgulhosa de ter ver na Universidade!
- Os estudos devem melhorar agora que vamos ser transferidos para um outro campus. Porém as PROPINAS VÃO AUMENTAR! A senhora acredita que até de FAXINEIRA andei TRABALHANDO para ter algum dinheiro?
- Propinas? Filha, você está envolvida em algo ilegal? Que propinas são essas?
- Esquece isso, vó, não é nada.....mas eu não vi a Godê lá fora....onde ela está?
- Ela foi passear com a amiguinha de seu pai. Você sabia que seu pai trouxe com ele uma amiguinha?
- Amiguinha? Papi tá namorando? Que Lindo!!! - vibrei com a notícia, sempre desejei que meu pai se casasse novamente.




 Enquanto eu e vovó fofocávamos, entrou pela sala uma oxigenada com voz estridente
- Socorro! Aquele animal acabou comigo, meu traseiro está doendo e sinto câimbras nas pernas!!!! Nunca mais subo em um cavalo!!!
- Não é cavalo, Godê é uma égua e eu te alertei que essa sua roupa não era apropriada para montaria, querida - disse o Papi
Querida? Eu escutei bem? Querida...então aquela periguete oxigenada era a namorada do Papi? Morri!




- Temos visitas, não vai me apresentar amor? - disse a coisinha
- Claro, essa é a minha filha Meg. Meg, cumprimente Suelen, minha... minha... namorada.
Não acredito que terei que estender a mão para essa piranha - pensei




 - Ah então você é a filhinha do Papai? - perguntou a abusada - Pelo modo como ele fala de você, achei que fosse mais nova.....
-  Eu também esperava encontrar uma mulher mais velha....você deve ter idade para ser filha dele, como eu - respondi me controlando para não pegá-la pelos cabelos




 - Não me importo, eu gosto de homens experientes hehehe
Sei de que tipo de experiência você tá atrás - pensei - Mas, Deus, que peitos eram aqueles? Alí devia ter uns 1.000 ml de silicone em cada um!!!!!



- Amorzinho - a voz dela era irritante - vou descansar um pouco lá no quarto, estou morrrrta. Não se demore, quero uma massagem nas minhas perninhas.
Virei as costas para a cena, pois me dava náuseas ver aquela peituda agarrando meu pai.




 Nos sentamos para saborear os quitutes da vovó e começou o bate boca.
- Papi, eu não acredito que você teve coragem de trazer uma mulherzinha dessa para dentro da casa da vovó!
- Ei menina, olha como fala comigo, ainda sou seu Pai! Você acha que eu não tenho direito a ter um romance?
- Romance sim, mas com essa aí, o que você vai ter é um monte de galhos na cabeça. Estou aqui imaginando, ela com aquela sai montada em um cavalo.....
- Parem com isso! Vamos comer em paz! - interrompeu vovó




Após o lanche, vovó foi fazer tricô e como de costume, acabou adormecendo.
A vontade que eu tinha, era de ir embora daquela casa para não ter mais que cruzar com a fulaninha, mas imagens como essa da vovó dormindo em sua cadeira de balanço, compensavam o sacrifício.  




 Não demorou muito a periguete apareceu
- Amorrrzinho!!!! E minha massagem? Estou esperandooooo!!!
- Vamos lá, lindinha, vou cuidar de você - suspirou o babão




 Aquilo era insuportável! Saí e fui cavalgar para esfriar a cabeça antes que eu fizesse alguma besteira.
Eu estava decepcionada com o Papi...sempre quis que ele se apaixonasse novamente, que se casasse...mas Suelen, definitivamente, não era o tipo de mulher que eu sonhara para ele; uma Madrasta Periguete!




Passei horas pensando como seria a minha convivência com ela, até que ouvi passos se aproximando
- Sabia que você estava aqui. Esse era o lugar que você vinha quando era pequena e estava triste...
- Pois é Papi, mas eu não sou mais pequena....
- Está se comportando como se fosse. Olha querida, eu amo você, não quero te magoar,  jamais. Mas tenho o  direito de ter uma namorada, não estou morto, ainda sou jovem....
- Claro que tem o direito de namorar, mas Papi, aquela garota tem a minha idade, é muito nova para  você, além disso, ela não parece ser boa coisa....
- Não a julgue pela aparência, ela é uma moça divertida e me faz  sentir jovem. Se vou me casar ou não com ela, só o tempo dirá, ainda é cedo para pensar nisso.


 

 - Tá bom Papi, vou tentar...vou tentar digerir isso. Mas tem outra coisa que precisamos falar, é...é sobre...
- Já sei, não precisa dizer nada, você terá um aumento de mesada, hahaha . Vem cá, me dá um abraço, filha!


Meu Papi querido, com uma oxigenada peituda da minha idade...pode? Bem, o jeito é tentar dormir.....






25 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkk'
    além de ser forçada a trabalhar fazendo faxinas para ter uma graninha, ainda tem que aguentar uma vad... ou melhor, periguete namorando o pai...

    Mas adorei vê-la montando a Godê... *----*
    Legal ver cada um longe um do outro, meio que dá pra descobrir um pouquinho mais sobre cada um...

    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que você concorda comigo, Sally! Isso prova que não sou eu que estou implicando com a fulaninha!
    Ela pode ser uma péssima influência para a vovó. Tenho medo que na próxima visita eu encontre a vózinha de shortinho, dançando funk, descendo até o chão!!!!¬¬"

    ResponderExcluir
  3. Meg, sua avó é tão fofa *-* Nem parece contigo! KKKKKKKK'
    Moonlight Falls? Sempre desconfiei que você tinha algo a ver com essa cidade KKKKKKK'

    "- Credo Meguinha, você tá muito magra, aposto que não tem se alimentado bem, deve estar comendo só besteiras.... não tem comida lá na Universidade, não?"

    Até sua avó reparou em como você anda esquelética, magrela!

    "- Socorro! Aquele animal acabou comigo, meu traseiro está doendo e sinto câimbras nas pernas!!!! Nunca mais subo em um cavalo!!! "

    Então ela não chama seu pai de cavalinho KKKKKKKKKKKKKKKKKK'

    Ai Deus! Beijos, maluca!
    Saudades!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se ela chamar meu pai de cavalinho, eu acabo com o airbag dela, faço aquele silicone todo descer para a barriga! ¬¬"

      Excluir
  4. Com certeza eu não aguentaria essa "oxigenada" sendo minha "madrasta" e ao contrario de você não teria papas na língua e falaria tudo! rs
    Mas é realmente dificil, se ela está fazendo o seu pai feliz é isso que importa né!
    Olhando sua vó, me bateu uma saudade da minha e principalmente da comida que não tem nada melhor!


    Vou continuar acompanhando, pois nao quero perder nenhum capitulo!
    Bjuuu
    http://calazansmel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Melissa, o Papi está sozinho desde que a Mami morreu. Durante muito tempo ele se dedicou a minha criação, então, pensando nele, eu resisti a vontade de acabar com aquelazinha. rsrs

      Excluir
  5. Meg, contra essa periguete você tem 3 opções:

    Revólver, metralhadora ou granada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahaha! Esteve bem, Lolli, eu acho que escolhia a granada, assim não sobrava pedacinho inteiro nenhum.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkk' Se a Meg quiser, posso dar um jeito nela! USHAUSHASH'
      BeAz, é pelo bem da Meg! \õ/

      Excluir
    3. Não estou gostando disso não, você anda muito saidinho viu?!!!

      Excluir
    4. >>> climão aqui!!! kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    5. Não gosto de homem que sai da linha, não! Respeitinho é muito lindo e eu gosto.

      Excluir
    6. Amor,falei brincando SUAHUSHUAHS'

      Excluir
  6. Deve ter sido um alívio ver-se livre dessa Ossilda faxineira, vai ver, com o tempo você acabava como ela, só pele e osso... bem, essa nem pele tem.
    A casa da sua vovó é linda! Adorei o Paçoca! Pena ele não ter dado uma corrida nessa... nessa... bem, para não dizer outra coisa, nessa "sem idade" que ainda agora largou a mamadeira e já se vai atirando àquilo que se pode chamar de homem. Seu pai deveria estar mesmo carente para aceitar uma "desmamadeira" dessas. Por isso ele não lhe aumentava a mesada, valeu as suas palavras para isso, valeu a pena a visita, já vem com uma mesada maior.
    Sua vovó também fez lembrar a minha, sempre na cozinha para nos adoçar a boca.
    Adorei a atualização! Valeu, Meg!
    Beijinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BeAz, acho que meu Pai está de caso com essa garota só para fazer bonito para os amigos. ¬¬"
      O bom foi ter conseguido uma aumento de mesada!!! \o/

      bjs

      Excluir
    2. Meg, se você tratasse a loirona melhor, tinha conseguido uma mesada triplicada kkkkkkkkkk'

      Excluir
  7. Meg, me desculpe, mas a namorada do seu pai é uma gata!
    Muito linda.
    lol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô falando, o povo critica as periguetes, mas no fundo, literalmente no fundo, gostam! kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  8. Ah, quando vi uma periguete entrando de pernas arqueadas (pra não dizer abertas-já disse), pensei por um momento que era a Chris que já estava traçando seu pai. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahahahah!!! Essa teve graça Kabuk. Foi por isso que disse que ela era uma Gata!!! Ahahahah!!!
      Beijinho!

      Excluir
    2. Kabuk, ela ainda está na posição de montaria...será devido as câimbras ou é força do hábito! (credo isso ficou horrível, desculpa aí povo, mas não resisti kkkkkkkkkkkkk)

      Excluir
    3. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk'
      É a Força do Hábito! KKKKKKKK'
      Não duvido que seja Chris! u_u'

      Excluir
  9. Sempre acaba sobrando p mim, eu sempre levo a fama!
    Morri de rir com o "monte de galhos na cabeça" Kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não disse nada, foi Kabuk. kkkkkkk

      Excluir
  10. Fizestes bem Meg, de sair desse emprego. Teus estudos não são para limpar privadas.
    HAHAHAHAHA,eu ri com o negócio da mesada para ele ouvir e os galhos na cabeça.

    ResponderExcluir